Sexta-feira, 20 de Janeiro de 2012

Refúgio

   Após 15 anos de constantes tentativas de acumular mais qualquer coisa numa gaveta que há muito já transbordava, a gaveta acabou por ceder! Apesar de para muitos a escrita ser apenas mais uma coisa que têm de fazer, para mim é uma lufada de ar fresco no meu de um nuvem de fumo. Dia após dia as folhas soltas vão-se acumulando na pasta das memórias e os simples episódios do dia-a-dia tornam-se quebra-cabeças numa mistura de sentimentos e de realidades. E a única forma que encontrei para organizar as inúmeras folhas soltas que vagueiam na minha mente foi escrevendo...

 A escrita é o meu refúgio para tudo o que acontece, seja bom ou mau, quando escrevo consigo ver as coisas de uma outra perspectiva e distanciar-me dos episódios que até aí me pareciam não ter solução. Embora nem sempre se aproveite aquilo que escrevo, por vezes dou comigo a pensar que a minha vida dava literalmente um livro. Talvez um livro de memórias, um romance, ou até mesmo uma colectânea de contos, ainda não me decidi...

 Por enquanto o livro fica para segundo plano e como o tempo é escasso e a fortuna gasta em cadernos e canetas já ronda um valor considerável vou ter de me contentar com o meu computador e com o mundo infindável que é a internet.

  

Sinto-me:
Publicado por irispaz às 19:33
link do post | Comentar ;D | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim ;x

Pesquisar neste blog

 

Fevereiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
29


Posts Recentes

O verdadeiro significado ...

Quem sou eu?

Refúgio

Arquivos

blogs SAPO

subscrever feeds